Menu em imagem

Image Map

27 junho 2017

{Resenha} ~ Lobo Mau - Nele Neuhaus ~

Hey,  pipows!
Como estão?

Vamos começar a semana com um livro sensacional? Um livro que é leitura obrigatória para os fãs de suspense? Vamos! Mas antes, deixa eu dar um recadinho (novidade!).

Na última resenha - A guerra que salvou minha vida -, eu cometei que tinha me esquecido do 6 on 6 e que o faria em breve, né. Porém, o meu telefone resolveu dar seus últimos suspiros. E como eu faço as minhas fotos com ele, será preciso esperar mais um pouquinho. Eu já providenciei outro, mas preciso esperar que o carinha chegue. Então, aguardem mais um bocadinho, viu? E essa é a explicação para o meu sumiço das redes sociais também. Mas em breve eu tô voltando. Aguardem.

Agora sim, vamos de resenha! Escolhi resenhar este livro (tem muito livro pra ser resenhado ainda) porque não falamos sobre livros de suspense aqui no blog faz tempo, né? Este é o meu gênero preferido, e sempre que eu leio um livro tão bacana quanto este, fico doida pra falar dele para o mundo inteiro!




Quando li: Junho, 2017
Título: Lobo Mau
Autor(a): Nele Neuhaus - Bodenstein & Kirchhoff #6
Editora: Jangada
Páginas: 496
Avaliação: 
Skoob: Lobo Mau - Nele Neuhaus
Onde comprar? Americanas | Amazon | Submarino
Sinopse: Uma adolescente é encontrada morta no rio Meno, nos arredores de Frankfurt. Sua identidade é um mistério. Aparentemente, ela é a terceira vítima de uma festinha regada a álcool que terminou tragicamente, mas a polícia descobre que a água nos pulmões da garota não é do rio, e que seu cadáver mutilado está ali há dias. Pia Kichhoff e Oliver von Bodenstein, os detetives do best-seller Branca de Neve tem que morrer, agora trabalham para descobrir quem aprisionou, estuprou e brutalizou a jovem. Enquanto isso, mais crimes acontecem: apresentadora de um programa de TV sensacionalista é espancada, estuprada e trancada no porta-malas de seu próprio carro e uma psiquiatra sofre uma morte terrível. A ligação entre os crimes é uma rede de violência e corrupção que atinge a elite da sociedade alemã e o próprio departamento de Pia. Mas talvez seja tarde demais para ela e Oliver descobrirem quem é o lobo mau.

Mais uma vez temos uma sinopse que já conta muito do enredo, por isso, iremos ter mais um bate-papo sobre o livro, assim como na resenha anterior. E relaxem: apesar de esta ter sido uma sinopse fofoqueira, o mistério ainda fica no ar o tempo todo, pois a autora capricha nesse quesito.

Conhecemos Pia e Bodenstein em Branca de Neve tem que morrer, e por isso, já sabemos que eles formam uma dupla e tanto. Eles se conhecem bem, entendem um ao outro como ninguém, são perfeitos trabalhando juntos. Mas essa confiança ficará um tantinho abalada por determinados acontecimentos, mas vamos falar sobre outras coisinhas mais importantes. Você vai precisar ler para saber o que abala essa confiança.

Essa moça encontrada no Meno foi batizada de "Sereia" pela polícia. Ela foi encontrada por uma jovem que apagou depois de um porre daqueles em uma festinha particular com alguns amigos. Ela e mais um amigo, que estava em coma alcoólico às margens do mesmo rio, foram abandonados por outros colegas, e como eles estavam no local errado e na hora errada, acabaram ficando na mira da polícia por um tempinho, até que a autópsia da Sereia foi realizada. Nela, descobriram que a água nos pulmões da garota era de uma piscina, não do rio. Descobriu-se também que ela foi brutalmente violentada, mutilada, e que estava sendo mantida presa antes de ser morta. E essas são as únicas informações que a polícia tem sobre a garota. Nada mais foi descoberto - até o final do livro, claaaro.

Paralelamente, temos mais uma série de coisas acontecendo. Uma moça grávida, que está morando na casa dos sogros, está vendo seu casamento ir para o ralo, e enquanto essa tragédia acontece, ela descobre que sua filhinha de cinco anos está sofrendo abusos sexuais. Ela, obviamente, logo suspeita do marido. Será?

Uma apresentadora de TV é procurada por sua psiquiatra a fim de divulgar uma história que é uma verdadeira bomba. Depois de saber de muitos detalhes dessa história, ela foi estuprada, espancada e presa no porta-malas de seu carro. Ela sobrevive, mas por ora, não se lembra de nada. Dias depois, a tal psiquiatra é assassinada, e isso foi feito da forma mais brutal possível. Os suspeitos são aqueles que estão envolvidos com a tal história, dois deles, aliás, têm passagens pela polícia. Um por agressões, o outro, por ter se envolvido com pedofilia infantil. Este último era um advogado de sucesso e teve a sua vida completamente destruída por conta desse problema.

Ah! Uma coisa fofa que acontece: Pia está recebendo a visita da netinha de seu esposo em sua fazenda. A menina, Lilly, é espirituosa e super engraçadinha, e sem dúvidas, deu muita leveza a vida conturbada de Pia durante esses dias de investigação. Mas a visita dela não ficou marcada somente pelos passeios, comidinhas gostosas e brincadeiras com os animais, não. Coisas traumáticas infelizmente aconteceram.

Enquanto tanta coisa acontece, vamos nos perguntando o que elas  podem ter em comum - se é que têm algo em comum. A falta de provas em relação a cada um dos casos nos dá a errônea impressão de que tudo aquilo ali não passa de acontecimentos aleatórios para que nos esqueçamos da Sereia, mas aí a autora ri da nossa cara e diz: Herege, creia no que eu estou narrando. Tenha paciência pois eu sei o que eu estou fazendo. Sempre que eu leio um livro de mistério eu começo a montar um pequeno quebra-cabeças - um diagrama, acho - de tudo o que está acontecendo. Sempre escolho quais são os meus suspeitos e, confesso, raramente eu erro. Modéstia à parte, é difícil me ludibriar. Aqui, minhas suspeitas se mostraram corretas, mas demorou um pouco para que eu tivesse certeza e para que tudo fizesse sentido. E isso é proposital. A autora te ensina a analisar os fatos, então, aqueles leitores que ainda não têm o hábito de ler mistérios, se sentirão como os investigadores dessa trama, se sentirão importantes nela. Foi o que senti, mesmo já estando meio calejada no assunto, rs.

Nele Neuhaus tem um talento nato para o embromation mas, assim como King, absolutamente tudo o que está sendo narrado por ela faz sentido em algum momento. Por isso que a imagino rindo da cara dos leitores, xingando-nos quando pensamos: poxa, qual a necessidade disso mesmo? Gosto disso nela. Ela é muito descritiva, sensorial, e todos os detalhes narrados por ela te envolvem a ponto de fazer com que você se sinta ali, como uma testemunha ocular do que está acontecendo. E isso é algo muito bacana e muito raro de se ver em livros de suspense, pois normalmente, ficamos de fora das cenas ápices para que possamos saber o que realmente aconteceu só no fim do livro. Aqui não. Ela narra tudo o que acontece com o intuito de ir nos dando cada vez mais pistas, para fazer com que a gente trabalhe junto com os investigadores, para que sintamos nossa mente fervendo como a deles, para que fiquemos frustrados quando as peças do quebra-cabeça simplesmente não se encaixam. Ela é brilhante!

A trama é pesada, como podem perceber. Trata de abusos infantis, assassinatos a sangue frio, estupros absurdamente covardes, muita violência contra a mulher. Mas, por incrível que pareça, apesar de se tratar de um assunto horrível, tudo é descrito com certa sensibilidade - se é que essa palavra cabe aqui. O que quero dizer é que, apesar de incomodar, chocar, a descrição não nos afasta da leitura, não nos causa aquele asco que por vezes nos faz abandonar um livro. Não. Ela soube medir bem suas palavras, causando o impacto necessário, mas sem exageros.

O desenrolar da estória não poderia ser melhor nem mais emocionante. Eu fiquei completamente embasbacada com a sequência de ação que se sucedeu nas últimas páginas, pois deu ainda mais brilho à trama em si.

A narrativa é simples, fluida, o que dificulta são os nomes das pessoas e lugares, afinal, está tudo em alemão. Eu não sei vocês, mas eu sou daquelas que fica lendo e tentando entender como a palavra pode ser pronunciada até que a tal pronúncia criada pela minha cabeça faça algum sentido - é, talvez eu tenha TOC e/ou outros probleminhas - e isso atrasou um pouco a minha leitura, mas não a ponto de prejudica-la. Demorei para terminar de ler, é verdade, mas não por ser um livro ruim - pois ele é incrível! -, mas por eu estar em uma daquelas fases em que rola uma certa preguiça das coisas, pessoas, vida e rotina. Fase bad. Mas passou. #Amém

Acho que não é preciso dizer que indico, né? Mas direi mesmo assim (sou dessas). Eu SUPER indico! Esse livro é extremamente envolvente, faz a sua mente trabalhar a milhão, te envolve e tem um desfecho muito inteligente. E o melhor: é tudo bem amarradinho, tudo muito crível. O que acontece ali pode facilmente ser confundido com a vida real: abuso de crianças, pessoas poderosas envolvidas com esquemas milionários e ilegais, queima de arquivo; dentre tantas outras situações. Acho que é isso que nos envolve tanto - saber que tudo aquilo pode ser real. E pior, que tudo aquilo pode estar acontecendo bem pertinho de você.


24 comentários:

  1. Oi Fabi!
    UAU! Que livro é este que eu não conhecia, mas que preciso ler pra ontem?! Meu Deus, que história! Sério, fazia tempo que uma premissa e uma resenha me deixavam com tanta vontade de ler um livro.
    Eu nunca li nada da autora e não conhecia esta série. Mas como adoro um bom livro de suspense e mistério, vou adicioná-lo nas minhas metas de leitura.
    Parece ser uma leitura muito envolvente! Adoro quando leio um livro em que vou juntando as peças junto com os personagens.
    E relaxa Fabi! Também sou dessas que fica empacada tentando ler os nomes dos personagens direito hahaha
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa série é genial, Anninha! Pena que somente dois livros foram publicados aqui. Pena meeeesmo! Sem dúvidas em leria todos, sem nem pestanejar!
      E fiquei feliz por saber que vc também fica empacada com os nomes. Me senti menos estranha! Kkkkkkkkkkkk

      Beijocas

      Excluir
  2. Olá Fabi!!
    Sua resenha tá mtooo bacana, parabéns!
    Gostei mto d conhecer a obra, só tinha ouvido flar, não tinha lido nd ainda...
    Eu qro pra ontem! Eu amo esse gênero!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Aline! <3
      Eu espero que possa ler pra ontem, menina! Ele é bom demais!

      BEijocas

      Excluir
  3. Olá Fabi ;)
    Não conhecia o livro ainda, e adoro livros sobrenaturais que são releituras. Outro que tem essa temática e adoro é A Garota da Capa Vermelha.
    A trama é boa e os personagens envolventes, mas deve ser chocante ler sobre esses temas tão fortes. Que bom que você disse que a autora saber abordar isso de forma correta!
    Adoro suas indicações Fabi, obrigada!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho muita vontade de ler A garota da capa vermelha, Isa! Mas, nas duas vezes que eu fui comprar o bendito, estava custando quase um rim! #sofri
      Fico feliz por estar gostando das indicações, mas feliz meeeeeixmo! sIAHsiuHAs

      Beijocas

      Excluir
  4. Oi, Fabi!
    Amei essa indicação, pois suspense é um dos meus gêneros preferidos!
    Ainda não li Branca de Neve tem que Morrer, mas vou dar prioridade a leitura, antes de ler Lobo Mau. Que bom saber que o enredo se completa de forma certinha e inteligente. Já fiquei super animada.
    Obrigada por essa ótima indicação.
    Bijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suspense é um dos meus queridinhos também, Márcia! E eu vou adorar indicar mais e mais livros do gênero, por isso, fique ligadinha! Hahhaha
      Beijocas

      Excluir
  5. Oi, Fabi!
    Menina, tempo atrás eu li uma resenha desse livro e logo ele foi pra lista de leitura. E está lá até agora porque faz tempo que não leio nada de suspense. Quando acabar essa escravidão chamada TCC vou dar uma conferida.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos do blog A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Num vejo a hora de esse TCC acabar, Lu! Tô sofrendo junto com vc, mulher! Rs
      Espero que ele possa ir pro topo da sua lista, pois ele é beeeem bacana!

      Beijocas

      Excluir
  6. Oi Fabi, tudo bem? Eu, como você, considero suspense o meu gênero preferido também e fiquei muito feliz com essa resenha! Nossa, você vendeu o livro... fala pra autora te contratar porque eu quero ler ele pra ontem. To com vontade de sentir essa sensação pra ver se realmente vou conseguir juntar os fatos e acertar o suspeito como você. Foi direto pra minha lista do Skoob, isso se eu não pedir de aniversário!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos todos mandar e-mail pra autora pra ela me contratar, Lu! Assim eu posso viver de ler e falar sobre livros! Olha que lindo! HsiHAUishUIHAiushas
      Fico feliz por ter gostado e, principalmente, por tê-la convencido a ler essa obra sensacional. Garanto que será uma leitura no mínimo agradável!
      Ansiosa para que vc possa lê-lo também!

      Beijocas

      Excluir
  7. Fabi!!!
    A historia é super bem desenvolvida no mistério e nos casos brutais de assassinatos eu sou meia lentinha para sacar logo de cara o assassino mas é uma leitura de tirar o folego do leitor, infelizmente não li o livro anterior mas conhecendo mais chegou a hora de dar uma chance né?
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chegou a hora mesmo, Mariii!
      Rsrsrsr
      Aliás, passou da hora! Corre pra ler! Hahhaha

      Beijocas

      Excluir
  8. Fabíola!
    Fiquei preocupada quando vi a quantidade de páginas do livro e soube que era um suspense policial e fiquei bem feliz por saber que a autora conseguiu manter a atenção de quem lê até o final.
    É um dos estilos que mais gosto e faz tempo que não leio um bom livro do gênero.
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu...” (Vinicius de Moraes)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita pra poder se jogar na leitura então, Rudy!
      Eu fiquei meio assustada com o número de páginas também, mas te garanto: elas se viram sozinhas! O livro é muito envolvente!

      Beijocas

      Excluir
  9. Fabiii, preciso dizer que já quero esse livro pra mim. Amo suspense, vc sabe ne, e esse parece ser muito bom. Pelo que eu entendi, são várias histórias acontecendo ao mesmo tempo e isso é muito legal. Enfim, mais um pra listinha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crissie, apesar de não ter uma personagem tão foda quanto a Lisbeth Salander, a trama desse livro me lembra a Trulogia Millenium. Acho que vc vai curtir demais!
      Ela tem aquela mesma pegada, sabe... não sei explicar bem. Mas tenho certeza de que vc vai curtir demais!

      Beijocas

      Excluir
  10. É muito dificil ver livros que tratam de assuntos como esse ( pesaaaaados) com sensibilidade. Fiquei curiosa para ler e assimilar como ela passa essa sensibilidade nos detalhes. No livro que eu te passei 'Hoje eu sou Alice' ela narra isso mas de forma aberta sem poupar os detalhes, deixando o leitor um pouco revoltado sobre como essas coisas acontecem bem debaixo do nosso nariz ( não vou delongar para não soltar spoiler). Esse vai se encaixando nos primeiros da lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é difícil de se ver, ainda mais em se tratando de suspense. Normalmente os autores querem nos chocar, por isso não poupam detalhes, mas aqui ela soube trabalhar bem tudo isso.
      E eu não vejo a hora de ler Hoje eu sou Alice. Estava esperando a fase bad passar pra ler, e acho que agora estou pronta! Mode revolta ON!
      sHIAhsuiAHs

      Beijocas, sua linda!

      Excluir
  11. Oi, Fabi!!
    Gostei muito da resenha e não lembro de ter lido nada sobre ele, mas pelo que percebi e um livro que trata de temas bem importantes e sérios!! Amei a indicação.
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muito importantes e sérios mesmo, Marta! Principalmente quando o assunto é criança, né? Os alertas são bem válidos.
      Espero que possa lê-lo!

      Beijocas

      Excluir
  12. Oi Fabi,
    Eu fiquei duas semanas sem meu notebook, surtei totalmente! Por isso estou tão enrolada nos comentários kkk
    Mas vamos ao que interessa! Dica de suspense é comigo mesmo, sou fã desse gênero, e esse livro é completinho. Sou fissurada em histórias com investigação, adoro essas leituras de tirar o fôlego. Já estava de olho em Branca de Neve tem que morrer, e fiquei animada em saber que esse livro é tudo isso aí.
    Gostei de saber que a autora soube abordar sem muito exagero os temas pesados inseridos na trama, e convenhamos, são temas pesadíssimos e cruelmente realistas.
    Também fiquei empolgada em saber que a história é bem envolvente, com um desfecho digno e sem pontas soltas.
    Espero ter a oportunidade de ler logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senti sua falta aqui, Mi! Ainda bem que seu notebook sobreviveu! shIUAHsuiHAs
      Menina, esse livro é um prato cheio para os fãs de suspense. Ele tem tudo o que deixa os aficionados pelo tema de cabelo em pé, então, se joga e depois me conta o que achou!

      Beijocas

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo