Menu em imagem

Image Map

17 maio 2017

{Etc e tal...} ~ De A a Z ~

Heeey,  pipows!
Como estão?
Adivinha que horas são? 04:28!
Sabem o que isso quer dizer? Que finalmente eu pude postar algo daqui do trabalho pra vocês! #Viva #TodosVibram
Parece bobagem, mas eu fiquei tão feliz por isso, rs!

E hoje nós vamos dar continuidade à nossa coluna/projetinho que virou sinônimo de amor - o De A a Z. Estamos conseguindo seguir a ordem alfabética certinho, por isso, hoje é dia da letra D dar as caras por aqui. Bora lá?


Se você chegou agora, calma, nada de pânico! Clique aqui para ver o último post, assim você vai ficar por dentro do assunto.


Livro

Confesso que o primeiro livro que me veio à mente foi um dos Maddox, gente! #Eita
E como eu estou no trabalho, acabei tendo que confiar na memória, pois não tenho a estante aqui pra colar, por isso, vai uma indicação repetida - mas que super vale a pena ser relembrada.


Dançando sobre cacos de vidro me fez derreter de tanto chorar, e olha que isso é algo beeem difícil. Ele conta a história de um casal que decide não ter filhos, pois ambos sofrem de doenças que podem vir a ser genéticas, mas a gravidez acaba acontecendo. E o desenrolar desse drama é simplesmente doloroso, mas lindo, delicado e mágico.
Na época em que eu estava lendo este livro, passei super mal e precisei ir ao hospital. Enquanto aguardava para ser atendida, fui lendo e chorando copiosamente. As lágrimas caíam no livro, as vistas ficaram embaçadas... e aí, a moça que estava sentada ao meu lado, se levantou e foi até à recepção para pedir que adiantassem o meu atendimento, pois parecia que eu estava sentindo muita dor... tudo isso devido ao chororô. Vocês precisam ler. Sério!

Autor(a) 


Esse carinha simpático é o Dan Brown. Ele é um escritor norte-americano que ficou famoso logo em seu primeiro livro, o Fortaleza digital, mas o que lhe deu prestígio meeeeiiixmo foi O Código Da Vinci e seus predecessores, que posteriormente foram adaptados para os cinemas.
Ele é o mais velho de três irmãos, é filho de uma musicista e um professor de matemática. Nasceu em Exeter, no dia 22 de junho de 1964. 
Entre seus maiores feitos, está o de conseguir colocar seus quatro primeiros livros simultaneamente na lista de mais vendidos do The New York Times. Mesmo tendo esse currículo impressionante, nunca tive interesse de ler nenhuma de suas obras, mesmo tendo gostado muito da adaptação de seu livro para os cinemas. Vai entender, né?

Game


Eu estava doida pra chegar à letra D pra poder falar desse jogo pra vocês, gente!
Ele é um dos preferidos da vida - apesar de que eu queria falar sobre outro queridinho aqui também.
DmC - Devil May Cry é um jogo de ação pra ninguém botar defeito. Ele discorre numa realidade alternativa e foi inspirado em uma série de animes de mesmo nome. 
O jogo teve 5 edições anteriores, e nesta em particular, Dante, o personagem principal, está mais jovem, e agora, o anti-herói tenta proteger os humanos, pois eles (nós) estão sendo cada vez mais enganados pelos demônios. 
Por mais que pareça meio surreal, o jogo convence e te deixa doido, minha gente! É muita ação, e as inovações de suas armas e uma nova esquiva deixa tudo ainda melhor. Temos também mais diálogos, algo inédito na série, mas há uma coisa que nunca muda: o sarcasmo de Dante.
Ele está disponível para PC, Xbox 360 e PS4. 
Se você gosta de jogos de ação, aventura e com muitoooos monstrinhos para matar, se joga nesse game, pipows! Tente não ficar tão viciado quanto eu... hahaha


Filme


E vamos de animação de novo!
Esse filme amorzinho conta a história de um vilão de vídeo game - um fliperama, na verdade - que está determinado a provar que ele pode ser um mocinho. O Ralph quer muito muito ser adorado por todos assim como o seu rival no jogo, o Fix-It Felix.
Só que ninguém gosta de bandidos, né... todo mundo curte os heróis! Por isso, ele resolve encarar o desafio de ser um herói, pois acha que assim será mais feliz. Ele tem a ajuda de uma jovem encrenqueira "pane" de um jogo, Vanellope Von Schweetz, e ela irá lhe mostrar como é ser um herói de verdade.


Música


De janeiro a janeiro, de Nando Reis e Roberta Campos é o tipo de música que é impossível ouvir sem se apaixonar. Além de ter uma letra linda, tem uma melodia delicada e fofinha!
Sim, nem só de trevas e rock'n roll vive essa blogueira, seus lindos! hahahahah 💕

Blog Literário


Daily Of Books é um blog super bem escrito e tem sempre coisas lindas rolando por lá! 
A Milla é uma fofura, sempre atenciosa com os seus leitores. Se quer saber as novidades mais quentinhas da blogosfera, é só correr pra lá!
#Adoro

E é isso!
Se der, mais tarde eu volto!
Excelente dia pra vocês.
Leve... breve!

Beijos


16 comentários:

  1. Oi Fabi! Tudo bem?
    Adoro os post desta coluna do Blog!
    Sempre que você fala sobre este livro, Dançando sobre cacos de vidro, eu sempre fico com muita curiosidade em lê-lo, mas acho que vou esperar um momento em que eu esteja emocionalmente confiante, porque senão não haverá lenços de papel suficientes para enxugar as minhas lágrimas. Porque também sou difícil de chorar lendo ou assistindo alguma coisa, mas quando isso acaba acontecendo... hehehe
    Tenho muita curiosidade em ler algo do Dan Brown, só não sei por qual livro dele eu começo.
    Detona Ralph parece ser um filme bem divertido!
    E De janeiro a janeiro é uma música muito gostosinha de ouvir :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É melhor esperar quando a vibe estiver linda e colorida mesmo, Anninha! Pois ele realmente mexe com a gente! É perigoso bater aquela bad depois da leitura, rs!
      Quanto ao Dan Brown, eu me sinto meio bipolar, sabe. Às vezes tenho vontade de ler, às vezes não. Vai entender! Hahhaha

      Beijocas

      Excluir
  2. Oi Fabi!!
    Adoro De A a Z, sempre com boas dicas, eu só conhecia Detona Ralph e a música De janeiro a janeiro...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que só conhecia os dois, assim pode anotar as demais dicas, Line!

      Heheh

      Beijocas

      Excluir
  3. Olá!
    Eu amooo De Janeiro a Janeiro, é uma música maravilhosa. Amei vê-la por aqui! <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  4. Oi Fabi!!!
    Pensei seriamente em comprar o livro Dançando sobre cacos de vidro mas ai acabei esquecendo que ele ainda esta na minha listinha de desejados a historia me pareceu linda e triste ao mesmo tempo, então esse livro vai ficar mais para o final do ano, não sabia que era o mesmo autor de O Código da Vinci ainda não li nada dele mas dizem que são realmente bons.
    Fabi você joga vídeo game eu sou péssima em jogos ai quem mais próximo de mim realmente tem não deixa eu jogar ai eu prefiro assistir.
    O filme Detona Ralph é um amor mesmo alem de ser super animado é indicativo a todos os públicos tem muito tempo que eu assisti ao filme mas acho impossível não esquecer o quanto ele é bom.
    Gostei da musica De janeiro a janeiro com esses cantores super feras.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que puder compre Dançando sobre cacos de vidro, Mari! Ele é sensacional!
      E menina, eu sou uma gamer de mão cheia, modéstia à parte! Hihihi
      Adoro video game, jogar é um dos meus passatempos preferidos!

      Beijocas

      Excluir
  5. Dicas do mês gravadas com sucesso.
    Amo essa coluna, ver dicas incríveis de coisas que eu amo e ainda em ordem alfabética pra não me perder eu só vejo por aqui.
    Eu sou muito fã do Dan Brown, acho a escrita e a riqueza de detalhes do livros dele fascinantes, tem aquelas partes monótonas e tal, mas nada que me faça gostar menos dele...
    Dançando sobre cacos de vidro já tá na minha listinha, não só vc como outras amigas já me falaram tão bem desse livro, mas tenho receio de ler por já saber que é aquele livro destruidor e ultimamente não ando no clima pra esse tipo de leitura.
    Dica de jogo sempre maravilhosa, anotada e repassada pro mozi, pq ele que se encarrega dos jogos.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre ouço todos falando sobre a escrita do Dan, mas nem assim me bateu aquele negócio, o bichinho da vontade ainda não me mordeu... mas ainda há esperanças, né? Rs
      Realmente Dançando sobre cacos de vidro destrói, é preciso estar numa vibe bem bacana para lê-lo sem sentir demais, do contrário, é possível que role uma desidratação, assim como foi comigo, rs!
      E fala com o mozi que é pra me contar se ele curtiu o jogo, pois esse é um dos meus preferidos da vida, e a opinião dele é muitooo importante! Kkkkkkkkk

      Beijocas, sua linda!

      Excluir
    2. A esperança é a última que morre. Não é oq dizem? Então vai que um dia vc muda isso!?
      Vou falar pra ele te mandar um áudio daqueles te falando oq achou então, só não vou falar a parte da opinião importante pq se não ele vai se achar muito hahahahahahahaha

      Excluir
    3. Pois é, tudo pode acontecer. Eu já estou lendo romances, o que antigamente era algo quase impossível, então ler Brown num vai ser algo tão cabuloso assim, rs!
      E tô esperando o áudio! E talvez seja melhor deixar a parte do importante só entre nós mesmo...
      Kkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  6. Curti muito essa tag principalmente porque conhecia a maioria das coisas citadas, e algumas sou apaixonada e curto muito, como por exemplo o jogo DMC, que é um dos meus preferidos, e realmente ninguém pode colocar defeito, outra coisa o livro citado apesar de ainda não ter lido, tenho muita vontade adquiri-lo, o blog citado e realmente um amor, e sempre acompanho e estou comentando por lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lana, me abraça!
      Que delícia encontrar mais uma fã de DMC! Esse jogo me acompanha há tantos mil anos! Fico sempre felizinha quando encontro mais gente que curte tanto quanto eu.

      Beijocas

      Excluir
  7. Fabi, adorei as indicações, mas preciso dizer que você precisa ler os livros do Dan Brown. Quando vi que hoje era dia da letra D, só me lembrei dele como autor. Ele é de longe o meu autor favorito, tenho todos os livros e devorei cada um deles como se não houvesse amanhã. Sério, ele escreve suspense muito bem e o que me prende é que nunca adivinho o que vem adiante, ele sempre acha um jeito de surpreender. De verdade, leia logo, por favor hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, é disso que eu preciso na vida, um suspense que me surpreenda!
      Acho que eu fiquei tão viciada no gênero que minha mente ficou afiada demais, então acabo matando a charada muito cedo, o que acaba atrapalhando um pouco do ápice da leitura. Vou dar uma chance ao cara, prometo! Rs
      Sabe, até me interesso um bocadinho por Inferno... mas nem sei se ele é continuação de algum. É?

      Beijocas

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo